Gravidez – A saúde oral da mãe e do bebé

O acompanhamento pelo médico dentista é importante durante toda a vida e, ao contrário do muitas vezes entendido pelo senso comum, começa durante a gestação, colaborando para o bem-estar da mãe e do bebé.


Durante a visita neste período o médico dentista pode colaborar na detecção de carências nutricionais e infecções, para além de advertir para o uso de determinados medicamentos, que podem acarretar problemas no desenvolvimento normal da dentição do bebé. Por isso a importância da consulta dentária fazer parte do pré–natal da gestante. A preocupação com a saúde oral da criança começa quando ela ainda está no ventre materno. A formação dos dentes do bebé começa por volta da 6ª semana para os dentes de leite e no 5º mês de gestação para os dentes permanentes. Portanto, se a gestante apresenta problemas gengivais e dentários a boa formação dentária do bebé pode ficar comprometida.

Outro factor que influencia a formação dos dentes e os futuros hábitos alimentares do bebé é a dieta da mãe. Uma dieta equilibrada durante a gestação com frutas, legumes, verduras, proteínas e fibras, rica em cálcio, ferro, magnésio e vitaminas A, C e D auxiliam na boa formação dos dentes. Uma mãe saudável, com uma boca saudável, gera uma criança com saúde.
Em relação à mãe, a higiene oral é essencial, sendo um mito que a gestante perca cálcio dos dentes para o bebé ou que a gravidez aumente por si só o risco de cárie dentária. É no entanto verdade que a gengiva pode doer e sangrar mais durante a gravidez, devido a alterações hormonais. O meu conselho: nunca se auto-medique e se sentir dor visite de imediato o médico-dentista. Uma infecção oral é mais prejudicial para o bebé que o tratamento dentário.
Após o nascimento o bebé deverá fazer a sua primeira consulta nos primeiros 6 meses. Nesta visita, a mãe receberá orientações sobre: dieta, higiene, aplicação de flúor, transmissibilidade da cárie, uso adequado do biberão, chucha e também, correcção de maus hábitos como a sucção de dedo.
A gestação foi o primeiro de muito temas que teremos oportunidade de lhe apresentar. Nesta rubrica falaremos da saúde oral desde a gestação até à idade adulta, e de como pequenas dicas podem fazer toda a diferença no bom desenvolvimento das crianças.

 

Próximo Tema:

Amamentação natural ou biberão?